Falar da minha Terra Natal Por favor deixe seus comentários

MUSICA REGIONAL DE PORTO SANTO

As folias teve  vigor nas cortes de Santarém em 1434 onde tudo que era decreto tinha que ser cumprido pelo povo os representantes do povo rogavam a D.João II que exigisse dos nobres 
«aprenderem a...dançar e bailar,dai estas se enraizaram em Porto Santo,e Madeira.
Onde na Madeira nasceu o bailinho da Camacha e em Porto Santo a dança da meia volta,com diferente melodia do baile da Madeira eram acompanhados pela rebeca, viola de arame,e rajão
 com mistura Árabe.Estas eram as trovas da meia volta.
 Felizarda Drumond Faustino  em Novembro de 2014.coisas lidas por mim.Dai fazer este meu blog sobre a História da minha Ilha.

D.João II

Acabaste de cantar,
agora começo eu;
começa o meu coração
a combater mais o teu.
I
Os caminhos já têm erva
do dia que cá vieste ...
Desamor,que eu te fiz?
Que agravo de mim tiveste?

II
Cravo encarnado é Guerra,
porque eu na Guerra me acho.
Amor se namoras outra.
Quero saber o despacho.
III
O anel  que tu me deste,
no domingo do Senhor,
fica-me largo no dedo.
Mas apertado no amor.

Danças e cantares de Porto Santo
A música e o desenho coreográfico da Meia -volta,fixados de há séculos
no Porto Santo,não perderam a influência mourisca,que por tão característica,sempre pareceu exercida
diretamente sobre a população daquela ilha.Não deixa porém de ser singular a coincidência de existirem bailes de roda no
Algarve,de ritmo mourisco,tradicionais entre a gente rural,que não dispensam,como os de Porto Santo,um  mandador;e as festas de viola do Minho,por cujo denominativo são também conhecidos os bailes da Meia -noite naquela Ilha a cuja   organização  se chama deitar viola Era o bailado de todas as festas domésticas,em casa de pobres e ricos,fazendo as honras da música  regional  nos Paços do Concelho em recepções oficiais.Mais duas danças populares,o Baile do Ladrão e o Baile Sério,do Porto Santo,distinguem-se entre os mais belos  do arquipélago.O Baile do Ladrão tem igualmente feição mourisca na cadência do seu ritmo ,mas foi deturpado na coreografia  por influências estranhas,assim como o Baile Sério de maior leveza,movimento e vida,sendo um e outro estilizados com marcações e mesuras das Quadrilhas em que entram evoluções à antiga portuguesa:passe o ladrão,abra rua,feche rua,corrente,ponte,cruz,voltear e cobra.No Baile Sério observam-se seis por esta ordem:descair,seis,dividir,voltas simples de costas,voltas cruzadas dobradas e passear. escrito por mim Felizarda Drumond Faustino,no Novembro do Ano de dois 2014.Coisas lidas por mim sobre a História da minha Ilha.Pois sempre houvi falar sobre os Bailes mas nunca sobe a sua origem,aqui estou feliz por não ter morrido sem saber um pouquinho sobre a minha linda Ilha.



                                                                               















                                                                                           

Sem comentários:

Enviar um comentário