Falar da minha Terra Natal Por favor deixe seus comentários

GASTRONOMIA Da Ilha E Não Só

BOLO DE MEL
Muitos detentores  do receituário  destes e doutros doces conventuais se guardava com avareza por ser um tesouro  e não transmitendo fielmente a ninguém o saboroso bolo -de -mel - . O  mais vulgarizado era o bolo- de- mel-indispensável em todas as casas na época  do Natal ,e a cujo uso nos referimos no capítulo  Praxes e Usanças . Por ser um bolo característico de confeção tradicional ,inventado na Madeira com a introdução da cana sacarina  e aqui deixo uma das receitas mais conhecidas ,porque na Madeira à quem tenha suas receitas deste bolo .Por dizerem que nem todas são iguais.
Ingredientes
farinha - de trigo  , 4  quilos ---mel de cana ,2  1/2 litros  ;Manteiga de vaca , 1 quilo  ; Banha de porco  , 1 -1/2 quilo  litros ; açúcar  2 quilos ; canela da Índia  , em pau  , 60 gramas ;  cravo em pau , 10 gramas ;  soda  , um pacote de 50 gramas ; cravo da India moído  15 gramas ; cidra curtida  , 1/2  quilo ; amêndoas esmagadas  , 1/ 2 quilo ;  noz moscada , 10 gramas ;  fermento de padeiro  que se refere ao fermento do pão 750 gramas .Depois  de descoberta a Terra das Especiarias ... o bolo impou  , condimentando  com os mais  estranhos acepipes, tenro e quebradiço ,aromatizado  de essências orientais  , ornamentando de arabescos  de  massa  figurada de cidra  , e miolo de nozes , amêndoa e passas , num mosaico  de diversas cores , em relevo  de corações ,datas  e pombinhos inocentes , debicando afetos . Hoje só se vê o relevo .A oferenda -do-bolo -mel pelo Natal era uma ostentação fidalguia  um mimo requintado  de cortesia  que se estendeu  e generalizou  .Bolo rico  , só para fidalgos e clerezia pois os Senhores Padres sempre pertenceram aos fidalgos . Hoje este bolo entrou no Comércio da região da ilha da Madeira e de Porto Santo , mas ainda à quem tenha suas receitas um pouquinho diferentes e com segredo. É  um bolo que enriquece  as ilhas ,e quem lá vai se não provar o bolo de mel não viu algo de valioso das ilhas.
Licor de Amora

Ingredientes
1,5 litro de água    filtrada ---1 quilo de açúcar ----1 quilo de amoras
um litro de álcool de preferência de cereais.
Limpa-se bem as amoras , e numa panela se coloca o açúcar---as amoras---a água---e o álcool  deixando ferver durante 20 minutos ,Passar a varinha mágica a seu gosto , e depois de frio engarrafar numa garrafa bonita , coloque uma etiqueta e aguarde o mínimo de 30 dias para apurar ,o sabor .
O Bolo mascavado .( em cuja confeção entrava o açúcar mascavado  , de inferior qualidade  , o menos apurado  na refinação  , da cor do mel  de cana e pouco doce e húmido ,produto popular e comerciado até fins do século XX . desaparecendo do mercado depois ) .predominando o cravinho  ,para a família  do feitor e
e o rancho dos afilhados . Hoje em dia esse bolo voltou ao mercado  por ser uma delicia
INGREDIENTES
2 / Xícara  de chá de açúcar  -----2 colheres de sopa de manteiga.
3 ovos e uma xícara de chá de leite.---uma xícara de chá de nozes picadas ----3 xícara de chá de farinha de trigo ---
uma colher se sopa de fermento em pó. Bata as claras em neve e reserve ---bata o açúcar com a manteiga ---junte as gemas batendo sempre até obter um creme claro  ---Acrescente o leite e bata mais um pouco ---Misture delicadamente as nozes picadas , Depois adicione a farinha e o fermento peneirado . Por último junte as claras batidas em neve e misture delicadamente ---Despeje a massa  em uma forma para pudim untada e enfarinhada  ---Leve ao forno médio (180 º )
pré--aquecido por aproximadamente 40 minutos ou até lourar.
BOLO PODRE.
INGREDIENTES
2 chávenas de farinha (cerca de 210 g)
2 chávenas de açúcar (350 g)
2 chávenas de leite
2 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de banha
2 colheres de sopa de mel de cana
2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
125 g de amêndoas
125 g de passas de uva
100 g de cidrão ou de frutas cristalizadas
2 ovos
CONFECÇÃO
Bate-se o açúcar com a manteiga e a banha e junta-se-lhes depois o mel e o leite Mistura-se bem. Juntam-se ainda os ovos inteiros batendo bem.
Peneira-se a farinha com o bicarbonato e picam-se as frutas bem picadinhas. Adicionam-se a farinha e as frutas ao preparado anterior e leva-se a cozer no forno numa ou duas formas untadas e forradas com papel vegetal.
Cozendo numa só forma, o bolo tem uma cozedura mais lenta em forno moderadamente quente e durante cerca de 2 horas. Se a cozedura se processar em duas formas, o forno deverá estar um pouco mais forte (280º). O Bolo Podre sem ornatos abolachado  , com requeimo  de pimenta para os  caseiros ,  símbolo  da sua sorte no ardor do trabalho  , chiando-lhe a boca  para calarem  de murmurar  ,  puxando  ao vinho para  significar  uma  abdicação  de princípios  , com consentimentos  doloso , um entendimento  pouco lícito trocando a  consciência pela barriga .

De carne de porco , fresca também se fazem espetadas apetitosas nas populações da região nortenha da Madeira .preparando-as desde modo : metida a carne num espeto de vergôntea de loureiro aspergem-na duma mistura de vinho ,vinho, vinagre , sal , e alho , pimentas , folhas de louro e segurelha esmagada ; retiram-na de vez em quando do braseiro para a golpear e aspergir-lhe aquele molho com um raminho de segurelha  . Barrem-na com manteiga levando-a novamente ao braseiro o tempo suficiente para ficar mal passada , servir enquanto quente a pingar e tirada à unha do espeto que circula de mão em mão. É porém mais apreciada a carne de porco quando curtida aos pedacinhos em vinho branco , pimenta , alho ,e uma percentagem mínima de  vinagre ,prato tradicional com que toda a gente festeja o período litúrgico no Natal de Cristo  principalmente no Porto Santo. O Povo em geral curtia  esta carne em vinagre sem adicionamento  algum de vinho hoje não tenho a certeza no Porto Santo o molho deixado pela carne era absolvido por fatias de pão .Para mim nos meus tempos de criança era uma alegria quando o meu pai comprava a carne e dizia à minha Mãe Carolina tempera na púcara e depois tapa com papel e com barbante bem apertado , A púcara era potes de barro vermelho e ali estava um mês até a noite de Natal. As coisas belas que meus pais nos mostravam na sua lida ,sem saberem  que eu mais tarde ia recordar com amor. E Saudade desse tempo que ninguém nunca me diga esquece o passado onde era tudo pouco e bom.
Esta receita de bolo de cenoura é infalível: basta juntar todos os ingredientes e coloca-los no liquidificador  tão simples  quanto isto .O seu único  dilema  será decidir  se come simples ou  com uma cobertura  de chocolate.
Ingredientes
3 ---ovos
2-- cenouras  cruas
2 --chávenas (de chá ) de farinha de trigo  a mesma medida  de açúcar 
1 ---chávena  ( de chá ) de óleo  de soja
1---colher (sopa ) de fermento --1 -pitada de sal.
PREPARAÇÃO
Numa tigela ,misture  bem  a farinha ,o fermento ,o açúcar  e reserve .Deite os  ovos ,as cenouras  , o óleo e o sal no liquidificador  , bata  até reduzir a uma polpa  e verta  na tigela dos " pós , " mexendo  tudo até  ligar .Leve ao forno previamente aquecido a 180 ,º em forma  untada  até ficar  com um  belo bolo  douradinho.
Para mim adoro assim simples , mas para que gosta de cobertura aqui deixo.
Ingredientes
1--copo de -leite-outro  de açúcar
1--colher  de sopa  de maisena .
4---colheres de sopa  de chocolate  em pó --1 pitada  de sal.
PARA A COBERTURA
Mais uma vez , bater tudo no liquidificador  e levar a lume  brando mexendo sempre até engrossar .Deite  a cobertura  sobre o bolo  de cenoura e bom apetite.
26-12-2016-


MALASSADAS.
As malassadas sempre  foi um doce tradicional de Porto Santo e Madeira mas só com uma diferença ,em Porto Santo só as faziam pelo Carnaval, no meu tempo de criança hoje não sei , e sempre foram feitas de farinha ,onde na Madeira  penso que fazem das duas maneiras , de farinha e de semilha ( Batata) Me recordo a minha Mãe ter feito só uma vez que eu me lembro  .Depois não tenho certeza se fez muitas mais ,mas foi uma delicia.
INGREDIENTES
1 Quilo de farinha ----1 litro de leite ,para quem poder pois a minha Mãe colocava água !!
50 gramas  de fermento de padeiro  ,e raspa de um limão ---uma pitada de Sal ;  ovos quanto basta  se for  6 ou mais melhor fica.
PREPARAÇÃO
Leve  três quartos de litro  de leite !!  ou de água ao lume  com casca de Limão ,deixe aquecer  sem ferver  e num recipiente há parte  se derrete  o fermente com o sal mexendo bem com a mão até se desfazer todo . Derretemos assim o fermento por ser em barra e não em pó dai ter o nome fermento de padeiro.
De seguida no mesmo recipiente junte a farinha o resto do leite,(ou a água ) as gemas e amasse tudo bem à mão . Por fim deite as claras em castelo mexa bem e deixe levedar .Vão a cozer em óleo  bem quente conforme o tamanho que gosta  , e depois de frias si sirva com Mel de cana de açúcar estas eram as malassadas da minha da minha saudosa Mãe.
Carolina da Silva Drumond.


BOLO DO CACO DA ILHA.
Recheio de frango cozido e desfiado--- 1 Lata  de milho verde .
2 colheres de extrato de tomate ,sal,cebola picada, orégâos  a gosto  um bom recheio para sandes de bolo do caco.
O PUDIM DE PRISCOS.
Foi inventado  no Século XIX pelo Abade  de Priscos,um Homem que  dedicou  a vida à fé  e às artes Culinárias .A receita é tão deliciosa que tem conquistado todos os que a têm provado  nas últimas décadas.
INGREDIENTES
 18---OVOS 
 500  GRAMAS  DE AÇÚCAR ,Um cálice  de vinho do Porto  com  indicação  de idade  10,, 20, 30, Anos  / casca  de um limão ,um bocadinho de toucinho .Um pau  de canela .Um bocadinho  de manteiga.
PREPARAÇÃO
Batem-se  as gemas ( pode levar 2 claras) com vinho e a casca de limão ,não muito batido .
O açúcar  vai a ponto de pérola ( ferve  com pau  de canela e o toucinho) e deita-se fervente nos ovos , deixando  cair em fio  e mexendo sempre para não talhar. Depois  de mexer  um pedacinho  deita-se  na forma  ,que deve estar forrada de açúcar queimado até  meio  e untada  de manteiga  onde  não tiver açúcar e vai a cozer em banho-maria.
TEMPO
Em 30 minutos está pronto segundo indicações  das sobrinhas  transmitidas na família ,após  se desenforme  o pudim ,já frio, para o prato  de serviço ,pode deitar-se um  pouco mais de vinho  do Porto  na forma para recuperar o caramelo  sobrado regando -o  com este molho brilhante.
ERA DE EXPERIMENTAR COM O VINHO DOCE DE PORTO SANTO DEVIA FICAR UMA DELICIA.Espero que alguém de Porto Santo coloque este pudim em seu Restaurante  e depois diga por aqui aluma coisa.


COXAS DE FRANGO
1--K G DE COXAS DE FRANGO.
1 KG  DE BATATAS  PEQUENAS
1 PACOTE  DE CREME  DE CEBOLA --AZEITE  A GOSTO,SALSA A GOSTO.
PREPARAÇÃO
Descasque as batatas  para cozinhar sem deixar ficar moles e em seguida reserve;
Limpe as coxas  espalhe elas numa forma !! ou Pirex de ir ao forno  espalhe o creme de cebola espalhado  sobre elas ,regue com o azeite  Espalhe as batatas ;por cima  novamente azeite e leve assar em forno quente até  dourar  ficam deliciosas  e saborosas,enfeite com um raminho de salsa. no meio.Espero tenha ajudado nesta receita.


Adoro atum ,e como quase sempre fazemos  ou frito ,ou cozido encontrei este no forno.Os peixes mais apreciados ,segundo a ordem de qualidade,em Porto Santo eram hoje não sei muito bem.O Cherne,Alfonsim,Salmonete-do -alto,a Taínha,peixe -galo abrótea,garoupa,salmonete-da-costa sargo,goraz,pargo ,boqueirão ,o saboroso bodião atum -avoador espada,cavala,chicharro e sardinha,mas que pouco aparece.
INGREDIENTES
8  / POSTAS  DE ATUM FRESCO
2/ CEBOLAS EM MEIAS LUAS,
2/ TOMATES E MEIAS LUAS,
2 DENTES DE ALHO 
SALSA A GOSTO  
MEIO PIMENTO VERDE 
6 BATATAS  MÉDIAS E  DAS NOVAS 
 TOMILHO A GOSTO  /   --1 CALDO  DE PEIXE.
SAL E PIMENTA A GOSTO 
1 / CERVEJA PRETA ,DEPOIS POSE EXPERIMENTAR COM A BRANCA 
COLORAU,Q B. E AZEITE A SEU GOSTO.
VAI AO FORNO NUM TABULEIRO E ESPERO QUE GOSTE.

Bolo de Açúcar Mascavado e Nozes
Ingredientes: 2 xícaras (chá) de açúcar; 2 colheres (sopa) de manteiga; 3 ovos; 1 xícara (chá) de leite; 1 xícara (chá) de nozes picadas; 3 xícaras (chá) de farinha de trigo; 1 colher (sopa) de fermento em pó PREPARADO Bata as claras em neve, reserve. Bata o açúcar com a manteiga, junte as gemas batendo sempre até obter um creme claro. Acrescente o leite e bata mais um pouco. Misture delicadamente as nozes picadas, depois adicione a farinha e o fermento peneirados. Por último junte as claras batidas em neve e misture suavemente. Despeje a massa em uma forma untada e enfarinhada. Leve ao forno médio (180°) pré-aquecido, por aproximadamente 40 minutos, ou até dourar. DICAS Se você quiser, pode rechear o bolo com um recheio de leite condensado cozido na própria lata durante 40 minutos. Espere esfriar, passe o doce para uma tigela e adicione 2 colheres (sopa) de creme de leite sem o soro. Mexa até misturar bem e empregue.
Este peixe é dos exclusivos da Ilha de Porto Santo,um peixe que deve de estar sempre presente em todos os ditos Restaurantes.Acompanhado com uma boa salada,e batatas cosidas,o saboroso milho frito 

Sem comentários:

Enviar um comentário